Início » Blog » Como mensurar os resultados de um gestor? Ferramentas para checar o desempenho da gestão
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Como mensurar os resultados de um gestor? Ferramentas para checar o desempenho da gestão

O cargo de gestão é muito importante para qualquer organização, pois geralmente a pessoa que o ocupa é responsável por estar à frente de um determinado grupo de pessoas, sendo referência. Portanto, mensurar os resultados de gestão está atrelado aos frutos que a equipe desempenha. 

Por isso, neste texto vamos ver como é possível mensurar o desempenho de um gestor e várias dicas de como ele pode aumentar seus resultados. Elas foram inspiradas no livro “Gestão de alta performance” de Andrew S. Grove, ex-CEO da Intel.

Como mensurar os resultados de um gestor?

Em seu livro, Andrew escreve: “Se o gestor tiver um grupo de pessoas subordinadas a ele(a) ou um círculo de pessoas influenciadas por ele(a), seu resultado deverá ser medido pelo resultado gerado por seus liderados”.

Gestores podem realizar o seu trabalho individual muito bem, dando direcionamentos, detectando erros, alocando recursos, tomando decisões e assim por diante, mas isso não constitui o seu resultado. 

A partir dessas informações podemos chegar a uma equação simples para mensurar os resultados de um gestor:


Resultado de um gestor = Resultado da sua equipe

Como exemplo, se temos um gestor que é responsável por uma loja de cafezinhos, o seu resultado são clientes satisfeitos e cafés servidos com ótima qualidade. Se ele for um médico, seu resultado será um paciente curado e recuperado. E assim por diante…

Dicas para alcançar bons resultados como gestor

Tenha reuniões de 1:1 (one on one) com sua equipe

Reuniões de 1:1 são conversas individuais entre gestor e liderado e é um ótimo meio para a manutenção do relacionamento profissional entre eles.

Reuniões deste tipo são ótimos espaços para que o gestor identifique oportunidades de melhoria para o setor que impactam diretamente no desempenho de sua equipe. Assim é possível alinhar expectativas com os liderados, ensinar habilidades e compartilhar do seu conhecimento com eles de forma que contribua para o desenvolvimento profissional deles.

Para a realização de uma boa reunião de 1:1 é necessário se atentar a alguns pontos, por isso, aí vai algumas dicas para sua reunião de one on one:

Destine pelo menos uma hora para a reunião

O liderado deve ter tempo o suficiente para falar sobre qualquer assunto que deseje. Disponibilizar menos tempo do que uma hora pode fazer com que o subordinado se restrinja a assuntos mais simples e que podem ser tratados rapidamente;

Tenha uma pauta previamente definida

Se preparar para a reunião de one on one é extremamente importante. Por isso, o gestor e liderado devem preparar uma pauta e ter conhecimento sobre os temas que serão abordados por ambas as partes antes da reunião. 

Assim, o liderado é direcionado a pensar com antecedência sobre os temas que deseja abordar na reunião com seu superior; e o gestor consegue se preparar para os assuntos que serão tratados, o que ajuda a definir o ritmo da reunião.

Incentive uma conversa franca

Reuniões de one on one são ambientes perfeitos para abordar problemas sutis e profundos que podem estar afetando o trabalho do subordinado. 

A sinceridade será essencial para mensurar os resultados do gestor, pois ali que eles vão aparecer — ou deveriam. 

Considere a reunião de one on one uma reunião do liderado

O subordinado deve ter a liberdade de definir a pauta e o tom da conversa. O gestor pode assumir um papel de orientador.

Agende as reuniões de one on one de maneira contínua

É muito importante que essas reuniões sejam recorrentes. Assim, o gestor consegue ver a evolução e resolução dos assuntos abordados nas reuniões anteriores.

Feedbacks

Feedback é uma ferramenta muito importante para o cotidiano do gestor, através dele é possível reforçar comportamentos que foram positivos e mostrar comportamentos passíveis de melhoria. 

É bom estar atento a alguns pontos quando for fornecer um feedback a alguém:

  • Não perca o timing: feedbacks tanto positivos quanto negativos devem ser dados, preferencialmente no momento ou em instantes depois de um determinado acontecimento;
  • Tire o sentimento e o julgamento: se policie para não deixar os sentimentos tomarem conta, sempre fale a respeito especificamente do comportamento que a pessoa emitiu que foi bom ou não;
  • Se prepare para o momento: sempre pense e planeje a sua fala, organize suas ideias para que você possa ser o mais efetivo possível no feedback;

Na hora de fornecer feedbacks é sempre bom tomar cuidado com o que falar, por isso existem algumas metodologias para o fornecimento de feedbacks que podem ajudar muito, como o SCIA.

SCIA

SCIA é uma sigla para Situação Comportamento Impacto e Ação, que são os pontos indicados a abordar em um feedback:

  • Situação: fale o momento, lugar ou dia que ocorreu o comportamento. Seja específico;
  • Comportamento: fale sobre a ação, o que a pessoa disse, fez ou deixou de fazer;
  • Impacto: fale sobre o impacto que o comportamento gerou em você, no time, na empresa ou cliente;
  • Ação: o que a pessoa deve começar a fazer para melhorar o comportamento abordado.

Parar / Continuar / Começar

Outra metodologia de feedback é o Parar/Continuar/Começar, sendo um modelo bem prático para fornecer feedbacks e ela consiste em três passos simples:

  • Fale o que a pessoa deve parar de fazer;
  • Descreva para a pessoa o faz bem e deve continuar fazendo;
  • Fale o que a pessoa ainda não faz, mas você sugere que ele deva fazer para melhorar.

Seja um exemplo

Uma outra frase legal do livro “Gestão de alta performance” do Andrew “O melhor líder é aquele que lidera pelo exemplo”.

Valores comportamentais não são transmitidos com tanta eficácia em palestras, mas sim por meio de ações visíveis. Portanto, é muito importante que os gestores sejam os espelhos da cultura da empresa. 

A disseminação dos valores de uma empresa não cabe apenas ao time de recursos humanos. Os gestores também têm papel fundamental para que isso aconteça, pois eles são quem estão ao lado dos colaboradores na maior parte do dia. E uma má gestão pode impactar no turnover das empresas.

Para fechar

Considerando que o trabalho da gestão está diretamente ligado ao dos colaboradores, mensurar os resultados de um gestor significa mensurar os da equipe. Com isso, no cargo de gestão, nunca deixe de entender as dores e atuar como um facilitador para que os componentes da sua equipe desempenhem bem as suas atividades. 

Ser um gestor não tem a ver com o seu desempenho individual, mas com o desempenho dos membros da equipe que você lidera.

Importante dizer também que sua atuação impacta tanto na equipe que ou você pode ser motivo de retenção de talentos como também de evasão. Ou ainda ser motivo de burnout, o que não é legal. Para te ajudar a ser um ótimo profissional de gestão, recomendo a leitura do meu outro artigo sobre os perfis de liderança.

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Este artigo foi feito por

Artigos recentes
Mão segurando papel escrito "Eva Benefícios: Flexibilidade em suas mãos".
Acontece na Eva
Leonardo Grein

Se não há taxas, como a Eva lucra?

A Eva Benefícios surgiu com a proposta de simplificar os benefícios corporativos para o RH e, consequentemente, para o colaborador. Inclusive, um dos principais diferenciais

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments