Perguntas frequentes de Colaboradores

O cartão da Eva é aceito em qualquer estabelecimento que atenda à bandeira Visa. É necessário apenas ter saldo disponível e que as compras correspondam às suas categorias ativas.

No total, existem 8 categorias na Eva: alimentação, refeição, saúde, transporte, combustível, cultura, educação e saldo livre. A disponibilidade delas no aplicativo depende do que é ofertado pela sua empresa.

Confira os estabelecimentos aceitos por cada categoria no seu aplicativo:

  • Alimentação: mercados, sacolões, peixarias, padarias etc;

  • Refeição: restaurantes, lanchonetes, sorveterias, apps e sites de delivery (Rappi, iFood, Aiqfome);

  • Saúde: farmácias, serviços médicos e hospitalares, apps de incentivo à saúde física e mental (Zenlub, Headpace, Gympass);

  • Transporte: estacionamentos, redes de aluguel de bicicleta (Bike Itaú, Grin), locadora de automóveis (Localiza, movida, Unidas, Hertz), apps de compra de passagem (RecargaPay, Kim Recarga) e redes de transporte privada (Uber, 99);

  • Combustível: postos de gasolina;

  • Cultura: livrarias e serviços de livros digitais, cinemas (Ingresso.com, Cinemark), museus, teatros, show e espetáculos, lojas de instrumentos musicais, streamings de vídeo e áudio (Spotify, Netflix, Amazon);

  • Educação: cursos técnicos, educação superior, cursos de idiomas, plataformas de ensino (Coursera, Udacity);

  • Saldo livre: em todos os estabelecimentos, sem limitações.

O aplicativo da Eva serve para acompanhar os saldos das categorias de benefícios flexíveis, o consumo através de extratos, gerenciamento de senhas (do aplicativo e do cartão) e bloqueio ou desbloqueio do cartão. 

 

Nele também é possível contestar compras e solicitar contato com o suporte da Eva.

Toda compra deve ser realizada na função de crédito.

Todas que passam a bandeira Visa. São milhares de maquininhas espalhadas pelo mundo. Confirme com os estabelecimentos a compatibilidade com a bandeira.

 

O único requisito é que a maquininha corresponda às categorias e saldos disponíveis no seu cartão Eva. Em caso de dúvidas, veja a pergunta “Onde o cartão Eva passa?”

No endereço cadastrado pelo seu RH, geralmente o endereço da empresa que você trabalha.

Seu RH ainda não realizou o depósito. A distribuição dos saldos é de responsabilidade do departamento pessoal. Recomendamos que entre em contato com os responsáveis.

O saldo livre é uma categoria cujo saldo pode ser utilizado em qualquer estabelecimento e para qualquer finalidade, similar a lógica de um cartão de débito. Importante lembrar que todas as compras no cartão da Eva devem ser realizadas no crédito.

 

Os valores do salvo livre também servem para completar compras de categorias específicas que estão com saldo insuficiente. Ex: sua corrida no aplicativo de mobilidade urbana deu R$20, você possui apenas R$15 na categoria de transportes e R$30 no saldo livre. Para completar o pagamento, a Eva automaticamente pegará os R$5 restantes para finalizar sua corrida.

Os valores do salvo livre também servem para completar compras de categorias específicas que estão com saldo insuficiente. Ex: sua corrida no aplicativo de mobilidade urbana deu R$20, você possui apenas R$15 na categoria de transportes e R$30 no saldo livre. Para completar o pagamento, a Eva automaticamente pegará os R$5 restantes para finalizar sua corrida. 

 

O mesmo ocorre entre as categorias Alimentação e Refeição. Ou seja, em caso de saldo insuficiente numa das categorias, a Eva automaticamente buscará o valor na outra categoria e, por último, no saldo livre.

 

Para que essa automação ocorra, sua empresa deve habilitar a transferência automática. Pergunte ao RH se essa opção está disponível no seu Eva Card.

Valores no Saldo Livre podem ser sacados em terminais de auto-atendimento 24h.

Sim, o cartão da Eva aprova compras parceladas. Porém, o valor total da compra será debitado integralmente do seu saldo.

São três possíveis causas: 

  • Sua compra foi passada na função de débito e a só Eva funciona na função de crédito
  • Seu saldo não foi o suficiente
  • Seu cartão está bloqueado

Caso não seja nenhuma delas, entre em contato com seu RH informando o problema.

Todos os saldos se acumulam e não possuem data de validade.

Menu > Cartão Eva > Alterar Senha

 

Abra o menu, clicando no ícone X, e selecione “Cartão Eva”. Em seguida, vá em “Alterar Senha”.

 

Para validar a nova senha, insira primeiro a senha do aplicativo Eva e depois a nova do cartão.

Menu > Configurações > Alterar senha do aplicativo

 

Abra o menu, clicando no ícone X, e selecione “Configurações”. Em seguida, vá em “Alterar senha do aplicativo”.

 

Para validar a nova senha, insira primeiro a senha original e depois a nova. Em caso de esquecimentos de senhas, clique em “Esqueci minha senha”.

Abra seu aplicativo, clique no menu e vá em “Cartão Eva”. Em seguida, selecione a opção “Bloquear” e confirme o bloqueio.

Menu > Cartão Eva > Bloquear

OU

Na home, clique em “Meu Cartão Eva”, em “Bloquear” e confirme o bloqueio.

Assim que o RH finalizar seu cadastrado na Eva, você receberá um e-mail no seu endereço corporativo para completar suas informações e ter o primeiro acesso ao aplicativo.

As credenciais para usar o aplicativo são seu e-mail corporativo e a senha que você definir. 

Bloqueie o seu cartão e solicite uma segunda via ao seu RH.

Para ajudar no controle de gastos, a “sugestão de gasto diário” aponta qual valor pode ser gasto diariamente em cada categoria de forma que ainda exista saldo até no fim do mês, na próxima recarga.

 

O valor é recalculado todos os dias conforme seu saldo.

Perguntas frequentes do RH

Sim. A distribuição dos cartões aos colaboradores é de responsabilidade da empresa.

 

Boleto: suporte se der ruim ou vencimento (se for este caso, refazer o processo de recarga de boleto)

Em caso de pagamentos negados, confira a validade do boleto. Neste caso, é necessário emitir um novo boleto de pagamento. Se não for este o caso, entre em contato com o suporte.

Não. Pode ser depositado qualquer valor, desde que respeite cálculos apontados por sindicatos e demais entidades trabalhistas.

Não encontrou o que estava procurando?