O que faz um analista de benefícios?

por

por

Mulher branca, de óculos escuros, com o cabelo liso partido pro lado, segurando uma prancheta. Ao lado dela está escrito "Analista de benefícios".

Para se tornarem desejadas pelos trabalhadores, as organizações precisam valorizar seus colaboradores oferecendo boas vantagens e benefícios corporativos. Para este propósito, o analista de benefícios tem um papel fundamental.

O analista de benefícios é o profissional que pode oferecer uma visão mais ampla das melhores opções de benefícios corporativos do mercado. Por estar diretamente relacionado à satisfação dos colaboradores, ele também cumpre um papel estratégico nas organizações.

Continue a leitura e descubra o que faz este profissional, seu salário, formação e perfil.

O que faz o analista de benefícios?

O analista de benefícios é o principal responsável por criar, coordenar e fazer valer a política de benefícios corporativos nas organizações. É este documento que estabelece quais são os benefícios oferecidos pela empresa e as regras de concessão, além de conter também os prazos e informações legais.

Além disso, este é o profissional que atua no contato direto com empresas fornecedoras de benefícios corporativos, fazendo parte das negociações e assegurando para a empresa as melhores taxas e o melhor custo benefício. Confira agora as vantages de se contratar uma pessoa analista de benefícios.

Por que contratar um analista de benefícios?

Para as organizações, a principal vantagem de se contratar este profissional é ter alguém com dedicação exclusiva aos benefícios corporativos, avaliando o que está dando bons resultados e o que precisa ser melhorado. Com isso, as organizações garantem uma melhoria considerável nos índices de absenteísmo, rotatividade e satisfação, para não falar dos impactos positivos na imagem empregadora e organizacional.

Algumas empresas até concentram as responsabilidades de gerenciamento de benefícios e pagamento em um único profissional, chamado de analista de remuneração e benefícios. Apesar desta possibilidade, ainda vale a pena ter alguém responsável só pelos benefícios corporativos, uma vez que uma pesquisa do Glassdoor aponta que 80% dos colaboradores preferem melhorias no pacote de benefícios ao aumento salarial.

Para não falar que, com as mudanças recentes do PAT, as organizações cada vez mais sentem a necessidade de um profissional exclusivo para lidar com os trâmites dos benefícios. Confira agora o perfil, salário e formação do analista de benefícios.

Perfil do analista de benefícios

Para administrar os benefícios corporativos de todos os colaboradores de uma organização, há algumas soft skills necessárias. Dentre elas, destacam-se:

  • Pensamento estratégico;
  • Organização;
  • Flexibilidade;
  • Visão analítica para dados;
  • Boa comunicação interpessoal;
  • Habilidades de negociação.

Já as capacidades técnicas necessárias são:

  • Conhecer o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT);
  • Noções de leis trabalhistas e CLT;
  • Domínio de Excel para controle de gastos;
  • Cálculo e acompanhamento de métricas de RH.

Vale ressaltar que este profissional deve estar sempre atualizado sobre as últimas tendências do mercado de trabalho e dos benefícios corporativos. Inclusive, um dos pontos de atenção dos últimos anos têm sido os benefícios flexíveis, que estão sendo cada vez mais desejados pelos profissionais.

Formação e salário do analista de benefícios

Para lidar com os benefícios corporativos de uma organização, é necessário ter uma formação sólida, que garanta a base dos conhecimentos necessários para desempenhar a função. Por isso, a grande maioria dos profissionais analistas de benefícios são formados em Gestão de Recursos Humanos ou Administração.

De acordo com o portal Vagas, a remuneração média deste profissional no país é de R$3.000,00, podendo chegar até R$3.700,00 mensais dependendo do nível de experiência. Outro adendo importante é que a grande maioria dos que ocupam este cargo possuem experiência prévia em recursos humanos ou em outras funções administrativas.

E aí, conseguiu entender como o profissional analista de benefícios é importante na dinâmica de uma organização? Se gostou do conteúdo, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais!

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!