15 Tendências de RH para 2023: confira e prepare-se!

por

por

Fundo bege com ícones de folhas espalhados e, no centro, o título 'tendências de rh 2023' com um óculos e 8 bits em cima.

Sua organização está mesmo preparada para o próximo ano? Para as empresas que querem se destacar na gestão de pessoas, não há alternativas: é necessário ficar atento às tendências de RH para 2023 para não ficar atrás dos concorrentes.

Com a constante evolução dos índices de vacinação no mundo inteiro, podemos imaginar que o próximo ano ainda será de flexibilização em relação aos cuidados com o coronavírus. 

Ainda assim, é válido imaginar e se perguntar: quais dos aspectos adotados na pandemia em relação ao trabalho serão mantidos? Quais serão adaptados? Como as empresas podem lidar com as mudanças que ocorreram e estão ocorrendo no cenário trabalhista?

Há algumas respostas cabíveis para tais perguntas. Para não ficar para trás, confira a lista que preparamos com 15 tendências de RH para 2023.

Tendência de RH: o que é?

@eva.beneficios Alôoooo RH, sua organização está mesmo preparada para o próximo ano? 👀 Para as empresas que querem se destacar na gestão de pessoas, não há alternativas: é necessário ficar atento às tendências de RH para 2023 para não ficar atrás dos concorrentes! Então, se liga e confira tudo que vem por aí, no nosso blog tem mais dicas. Quem avisa amigo é! O link tá na bio! 😉🚀 #benefíciosflexíveis #beneficioscorporativos #rh #recursoshumanos #cartaodebenefícios #cartao #beneflex #dicaspara2023 #2023 #trend #anonovo #metaverso ♬ som original – Eva Benefícios

Se está se perguntando o que são tendências de RH, saiba que o conceito é simples. Basicamente, tendências do setor de recursos humanos são as práticas em alta e que são aplicadas para aumentar a satisfação dos colaboradores; agilizar os processos do setor; modernizar a gestão de pessoas com soluções tecnológicas, ou até para melhorar outros indicadores de RH.

Tais tendências são estabelecidas com base nos dados disponíveis, além de derivarem da observação dos cenários políticos, empresariais e econômicos do Brasil e de outros locais. Vale ressaltar que, dos primórdios do setor até a atualidade, a história do RH no Brasil baseou-se nas práticas assertivas utilizadas em empresas de outros locais do mundo. 

Acompanhar os movimentos do setor, assim como estar ciente das novidades do mercado de trabalho, é fundamental para o profissional de recursos humanos. Com este esforço, é possível se adiantar em relação às mudanças obrigatórias e facultativas que o ambiente corporativo e a legislação demandam.

Confira agora as 15 principais tendências de RH para 2023.

15 tendências de RH para 2023: saia na frente na gestão de pessoas!

15 tendências de RH para 2023: 1. Flexibilidade é a palavra para o RH de 2023; 2. Bem-estar para trabalhar bem; 3. Trabalhar em casa, no escritório ou nos dois?; 4. RH no metaverso da loucura; 5. Inteligência Artificial no RH; 6. Desenvolvimento de colaboradores; 7. Diversidade como diferencial competitivo; 8. Premiações geram resultados; 9. Turnover: o super-vilão do RH; 10. Menos burocracia e mais estratégia; 11. RH bom é RH rápido; 12. Que os dados te guiem em 2023; 13. Mais benefícios significam mais resultados; 14. Transparência salarial nas descrições de vaga; 15. Mudanças do PAT e o novo cenário dos benefícios. No centro do infográfico, uma mulher de cabelo preso e camiseta e acessórios cor-de-rosa mexe em seu notebook enquanto segura uma ampulheta.
Conheça o infográfico com as 15 principais tendências de RH para 2023.

Modernize a gestão de pessoas da sua organização com 15 dicas para a gestão de pessoas de 2023!

1. Flexibilidade é a palavra para o RH de 2023

Uma das principais — se não a principal — tendência de RH para 2023 é a flexibilidade no trabalho. E me refiro à flexibilidade nas diversas aplicações da palavra: de horários, de local de trabalho e até na hora de escolher os benefícios corporativos, já que os beneflex, ou benefícios flexíveis, estão se tornando cada vez mais desejados.

1.1 Horários flexíveis

Os horários flexíveis são uma política que permite ajustar a jornada de trabalho à rotina pessoal. Inclusive, uma pesquisa da Universidade de Sunway concluiu que, quando há confiança entre o empregador e o funcionário, este sistema pode ser benéfico para o colaborador e para a empresa.

1.2 Regime flexível

A pandemia fez com que a humanidade colocasse a tecnologia para nos aproximar no isolamento social. Assim, continua sendo uma tendência de RH dar aos colaboradores a possibilidade de trabalhar de onde quiserem. Abordaremos os regimes de trabalho híbrido e remoto adiante.

1.3 Benefícios flexíveis

O League HR Blindspot apontou que 91% dos trabalhadores desejam benefícios personalizados, isto é: escolher os benefícios que fazem mais sentido para sua realidade. Com esta tendência, é possível oferecer mais saldo no vale-alimentação para os colaboradores que vão mais ao mercado; e mais saldo no vale-refeição aos colaboradores que pedem mais deliverys, por exemplo.

Banner do cartão de benefícios flexíveis, ou beneflex, da Eva.

2. Bem-estar para trabalhar bem

Os empregadores estão entendendo que funcionários felizes e bem cuidados são os que rendem mais. Assim, fica simples de entender a importância de oferecer benefícios destinados ao bem-estar dos colaboradores.

Promover a alimentação saudável na empresa; oferecer os vales-alimentação e refeição; conceder passes para academias e clubes esportivos; investir em bons planos de saúde, além de pagar o auxílio-psicológico para funcionários, são algumas das principais estratégias para incentivar o bem-estar no trabalho.

Além disso, os RHs também devem preocupar-se em analisar o clima organizacional para garantir um ambiente de trabalho saudável e evitar, assim, problemas como o burnout.

3. Trabalhar em casa, no escritório ou nos dois?

Antes da pandemia, trabalhar em casa parecia um desejo distante para muitos. Entretanto, assim que começou o isolamento, muitos sentiram falta das interações sociais que o regime presencial proporciona.

Com a flexibilização das medidas de prevenção, no entanto, surgiu uma tendência de RH no meio termo entre os dois regimes: o trabalho híbrido. Segundo levantamento “O Futuro do Trabalho no Brasil”, realizado pelo Google Workspace em parceria com a IDC Brasil, atualmente 44% das empresas já adotam o modelo como principal formato de trabalho.

O levantamento ainda apontou que para o trabalho remoto as principais desvantagens, segundo os participantes, são a ausência do cafézinho com os colegas e as reuniões virtuais. Já no trabalho presencial, o tempo de deslocamento de casa para o trabalho é um dos principais fatores negativos.

Assim, o regime híbrido surge como uma alternativa que será cada vez mais demandada pelos colaboradores. Vale lembrar que neste sistema alguns dias de trabalho são feitos presencialmente e outros remotamente.

4. RH no metaverso da loucura

O sucesso da Marvel referenciado neste subtítulo é de 2022, mas o metaverso é uma das tendências para o RH de 2023 e não só para os recursos humanos, como também para grande parte dos outros setores de uma organização.

Caso você não saiba, o metaverso é um ambiente virtual simulado. De acordo com Mark Zuckerberg, CEO do Meta, o metaverso é “uma Internet incorporada na qual você está dentro, em vez de apenas olhar”.

Apesar de serem poucas as empresas que já utilizam da tecnologia, é muito provável que no próximo ano — ou nos próximos anos — entrevistas de emprego; reuniões de equipe e até negociações com clientes sejam realizadas no metaverso.

5. Inteligência artificial no RH

Uma das áreas da tecnologia que mais crescem nos últimos anos são as indústrias de inteligência artificial (IA). Estas desenvolvem sistemas informatizados capazes de aprender, analisar padrões e resolver problemas sem o intermédio de um ser humano.

Nos recursos humanos, no entanto, a utilização deste tipo de tecnologia é, por vezes, causa de debates. Na área de recrutamento e seleção, por exemplo, há discussões que questionam se a utilização de algoritmos não tira o caráter humanizado de um processo seletivo.

Ainda assim, é fato: o uso de tais ferramentas acelera diversos processos no cotidiano do profissional de RH. E além das aplicações para o recrutamento, há como usar sistemas de IA para o controle de jornada; gestão de desempenho e até para o desenvolvimento de colaboradores — outra tendência do RH e tema do próximo tópico.

Uma solução nesse contexto é o Software de Recrutamento e Seleção oferecido pela JobConvo, que integra inteligência artificial para otimizar o processo de recrutamento. Se você deseja experimentar o potencial da IA no RH, convidamos você a solicitar uma demonstração gratuita e aproveitar todas as funcionalidades dessa ferramenta inovadora por 14 dias.

Não perca a oportunidade de elevar o nível do seu departamento de Recursos Humanos com a ajuda da tecnologia. Clique aqui para solicitar a sua demo agora mesmo!

6. Desenvolvimento de colaboradores

Quem integra os setores de recursos humanos, contabilidade ou finanças, além de donos de empresas, sabe que o processo de contratação de um novo funcionário nem sempre é simples, rápido e barato. 

Por isso, várias organizações apostam no desenvolvimento de colaboradores e fazem Programas de Desenvolvimento de Talentos. Com a ajuda de um auxílio-educação, para que os funcionários desenvolvam soft skills e hard skills, você pode formar novos líderes e referências técnicas para a empresa a partir deste esforço.

Isso não apenas economiza tempo e dinheiro, já que não haverá necessidade de fazer um processo seletivo e incluir um novo funcionário no quadro, como também motiva os colaboradores que desejam construir carreira na sua organização.

Um ótimo exemplo pode ser encontrado no relatório da CSO Insights, que mostrou como um programa de desenvolvimento para gerentes de vendas melhorou consideravelmente o desempenho — e a taxa de negócios fechados — destes empregados.

7. Diversidade como diferencial competitivo

Um estudo da Rice University, do Texas, comprovou que organizações com diversidade no quadro de colaboradores têm um índice de aceitação maior por parte dos consumidores. E este é apenas um dos pontos que comprovam que a diversidade é um diferencial competitivo.

E não é um diferencial somente na relação com os clientes. É possível dizer, inclusive, que para muitos dos trabalhadores — principalmente das novas gerações — a diversidade é um fator determinante na hora de escolher um novo local de trabalho.

Empresas que não se adaptam às expectativas dos consumidores e profissionais em relação à diversidade estão sob o risco constante de passar por uma crise de imagem. Em um caso que viralizou na internet, a Coca-Cola foi amplamente criticada quando publicou uma foto com o comitê de diversidade composto apenas por homens brancos.

8. Premiações geram resultados

As premiações para funcionários são importantíssimas para organizações que querem criar uma cultura de reconhecimento. De acordo com uma pesquisa conduzida pela Great Place to Work, 37% dos colaboradores participantes consideram que bonificações são fundamentais para a manutenção da motivação no trabalho.

Assim, as empresas podem utilizar a criatividade na hora de explorar as opções disponíveis de premiação para os colaboradores: viagens, day off, brindes e mimos, deliverys e até bônus oferecido no Saldo Livre são algumas das principais alternativas para gratificar os funcionários.

Até mesmo em datas comemorativas é possível oferecer premiações que não apenas melhoram o engajamento do colaborador, como também proporcionam interações nas redes sociais — o que acaba promovendo sua marca empregadora. Um bom exemplo disto é a cesta de natal para funcionários

9. Turnover: o super-vilão do RH

Calcular a taxa de rotatividade, assim como reduzi-la, está entre os maiores problemas que o setor de recursos humanos enfrenta atualmente. Para alguns profissionais específicos, como é o caso dos desenvolvedores, os recrutadores podem ter que abordar dezenas de candidatos antes de fechar uma vaga.

Por isso, a luta contra o turnover certamente se manterá como uma tendência de RH para 2023. O turnover é uma das métricas mais importantes na gestão de pessoas. Com o cálculo, é possível entender e quantificar o fluxo de admissões e desligamentos em um certo período de tempo.

Este indicador do RH será fundamental nos próximos anos. Segundo o perfil das gerações no mercado de trabalho, os trabalhadores nascidos após a década de 1990 valorizam a satisfação pessoal e, por isso, não veem tantos problemas em trocar de empresa — ou de carreira — e não se importam tanto com a estabilidade como as gerações anteriores.

10. Menos burocracia e mais estratégia

A história do RH nos conta que, nos primórdios, o foco do setor era lidar com os trâmites trabalhistas e somente com isso. Na verdade, até pouco tempo atrás o setor era dedicado apenas à contratação e demissão de pessoal; pagamento; controle de ponto e outras burocracias que hoje compõem a rotina do Departamento Pessoal — que tem suas diferenças com os Recursos Humanos.

Banner da solução de reembolso de despesas da Eva.

Com a ampliação das responsabilidades do RH, no entanto, é possível compreender que o setor está tornando-se cada vez mais fundamental para a estratégia da empresa, ao invés de se limitar somente às burocracias trabalhistas. Inclusive, há posições no organograma do RH dedicado àqueles profissionais com uma boa visão comercial.

Me refiro aos Business Partners: profissionais experientes na gestão de pessoas e que possuem uma visão estratégica para ser um parceiro de negócios — como o nome em inglês sugere — das lideranças da empresa. A valorização e a busca por profissionais para ocupar este cargo é uma das principais tendências de RH para 2023.

11. RH bom é RH rápido

Falando em tendências do RH para 2023, não poderia esquecer de citar a agilidade nos processos. Como discutimos no último tópico, o setor está acumulando cada vez mais funções na dinâmica de uma organização.

Até por isso, nas grandes organizações — e principalmente nas pequenas, onde as funções do RH são concentradas em uma ou duas pessoas — é imprescindível ser rápido e efetivo no cumprimento das atribuições. Felizmente, para a Eva a simplicidade e a rapidez surgem como valores na hora de criar soluções para o RH.

Então você não precisará de mais que cinco minutos para efetuar a recarga dos cartões de benefício ou reembolsar despesas — sendo esta última uma ferramenta que permite devolver gastos dos colaboradores com apenas alguns cliques.

12. Que os dados te guiem em 2023!

Em 2022, uma pesquisa da Infojobs revelou que 61% dos profissionais de RH já utilizam dados para tomar decisões mais assertivas. Para 2023, uma das tendências mais quentes é a valorização do RH Data Driven — ou Recursos Humanos orientado por dados.

E quem lida com tomada de decisão nas organizações conhece o valor de basear suas escolhas em fatos. Para o RH, tais informações ajudam a ter uma melhor compreensão de desempenho dos colaboradores e de outras métricas fundamentais para o RH.

Assim, os profissionais de RH do próximo ano devem ter grande capacidade de análise e interpretação de relatórios. Estabelecer as prioridades do setor e as principais KPIs também surge como uma tarefa primordial.

13. Mais benefícios significam mais resultados

O investimento em benefícios corporativos é, talvez, a principal tendência para o RH em 2023. Grandes nomes do mercado já compreenderam que os benefícios são mais importantes que o salário para a retenção de talentos — até por tornarem um local de trabalho único.

Uma pesquisa realizada pela Onze, uma RH Tech focada em previdência, apontou que as empresas com os colaboradores mais satisfeitos oferecem 11 ou mais benefícios corporativos.

Banner da solução de premiação para funcionários da Eva.

Neste âmbito, os benefícios flexíveis tornam-se fundamentais, uma vez que cartões como o Evacard permitem oferecer até 8 categorias de benefícios corporativos em um único cartão. Vale lembrar que esta solução também é aplicável para as gratificações de fim de ano — comuns nas empresas. 

14. Transparência salarial nas descrições de vaga

A transparência salarial nas vagas de emprego é uma tendência de RH que já está virando realidade em muitos locais do mundo. No início de novembro de 2022, entrou em vigor em Nova York a lei que garante que as vagas de emprego publicadas no estado devem conter uma estimativa do salário ofertado.

A reclamação sobre descrições de vagas que não mostram o salário também acontece no Brasil. Segundo os apoiadores da mudança nos Estados Unidos, inclusive, a alteração pode ser efetiva com o propósito de reduzir a desigualdade salarial entre homens e mulheres, brancos e não-brancos, entre outros.

No cenário nacional, em agosto de 2022 foi apresentada uma proposta para a Câmara dos Deputados que previa a mesma obrigatoriedade para as vagas publicadas em todo o Brasil. Em um levantamento do Empregos.com, inclusive, foi divulgado que a proposta é apoiada por 92% dos trabalhadores.

15. Mudanças do PAT e o novo cenário dos benefícios

As mudanças do PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador), que tornaram possível o surgimento de empresas de benefícios flexíveis, entrarão em vigor em maio de 2023. Assim, as organizações participantes do Programa precisam adequar sua estratégia e benefícios corporativos ao novo cenário.

Com as alterações, os contratos vigentes entre empresas e fornecedoras de soluções de benefícios poderão ser cancelados. Assim, surge a chance de muitas empresas fornecerem benefícios flexíveis e adaptarem o seu RH para esta nova realidade.

E além da vantagem mais evidente para os colaboradores, que é o fato de não precisarem mais se restringir à uma rede credenciada de uso, os beneflex também trazem vantagens para as organizações. No caso da Eva, por exemplo, o custo zero e a facilidade para utilizar a plataforma estão entre os principais diferenciais competitivos.

E aí, sua organização está preparada para as tendências de RH 2023? Conte com a Eva para a modernizar sua gestão de pessoas. Entre em contato e marque um bate-papo com nossos especialistas!

0 0 votes
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!