Início » Blog » Tendências de RH para 2022
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Tendências de RH para 2022

Desde 2020, o mundo do trabalho — assim como o resto do mundo — tem passado por transformações significativas em todos os âmbitos. Já em 2022, com a humanidade já adaptada a esse novo normal, muitas das tendências de RH criadas durante a pandemia têm mostrado sinais de que vieram para ficar. 

E não estou apenas falando do trabalho remoto, que para muitos surgiu como um vilão, mas atualmente já é preferência de 70% dos trabalhadores, de acordo com pesquisa. O trabalho híbrido, o avanço da digitalização do mundo e o foco em resultados também estão no cerne das mudanças que a área de Recursos Humanos deve sofrer neste ano e nos próximos.

Por isso, acompanhe o texto abaixo para descobrir mais sobre essas e outras tendências de RH em 2022.

Trabalho híbrido e trabalho remoto

Das mudanças causadas pela pandemia para o mundo corporativo, a popularização do trabalho remoto talvez seja uma das mais significativas. Tanto é que, mesmo sobre a perspectiva de um final gradual do isolamento social, os modelos de trabalho híbrido e remoto têm dado sinais que não serão descartados ao final desse período conturbado.

E o melhor de tudo é que muitas organizações já compreenderam isso. Uma prova está em um levantamento realizado pela Gartner, que mostrou que 82% dos entrevistados — dentre gestores de empresas, profissionais de RH e outros — estão dispostos a permitir o trabalho remoto em suas organizações.

Para 2022, essa preferência pelos modelos parciais ou integrais de trabalho remoto deve crescer mais ainda. Por isso, se o RH da sua empresa não quiser ficar para trás, ele deve apresentar flexibilidade para se adaptar às necessidades e preferências dos colaboradores que deseja manter por perto.

Com o advento desses novos modelos de trabalho, o conceito de nômade digital também ganhou muito destaque. Com a oportunidade de trabalhar totalmente de forma online, inúmeras pessoas têm deixado suas casas para viver viajando enquanto trabalham em qualquer lugar com acesso a internet.

Atenção com a saúde mental dos colaboradores

As discussões sobre a importância dos cuidados com a saúde mental estão, felizmente, tornando-se cada vez mais frequentes em nossa sociedade. Após o advento do home office, no entanto, muitos profissionais apresentaram dificuldades em separar o trabalho de suas vidas pessoais, o que pode gerar um esgotamento dos colaboradores.

Neste ano, inclusive, a Síndrome de Burnout foi incluída na 11ª Revisão da Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS). Tudo isso somado aos crescentes debates sobre ambientes de trabalho tóxicos indicam que o RH e as organizações não podem mais negligenciar a saúde mental de seus colaboradores.

Mais dependência de tecnologias

Não é novidade que a pandemia acelerou consideravelmente a digitalização do mundo. Também por isso, nos últimos anos várias organizações compreenderam a importância de se ter uma presença marcante nas redes.

De acordo com o Índice de Transformação Digital da Dell Technologies de 2020 (DT Index), a pandemia acelerou o processo de digitalização das empresas brasileiras em 87,5%. Dentre as principais mudanças em prol dessa transformação estão os investimentos em cibersegurança, a adoção e fortalecimento de tecnologias para o trabalho remoto e a revisão das experiências digitais para os colaboradores e usuários.

Foco em resultados

Pouco a pouco as empresas começaram a compreender que, principalmente no home office, as entregas realizadas e os resultados obtidos têm um maior peso do que as horas trabalhadas. Isso se deve principalmente pelo fato de que no trabalho remoto os colaboradores não estão constantemente sob supervisão, por isso precisam usar técnicas de autogestão para organizarem seu tempo e realizarem suas tarefas.

E não estou falando de abolir o controle de ponto ou coisa assim, já que essas tarefas são ideais para o Departamento Pessoal fazer o controle de pagamentos e de horas extras, mas de oferecer mais flexibilidade para os funcionários intercalarem suas demandas pessoais e profissionais. 

Inclusive, é por isso que esse sistema de trabalho privilegia empresas que têm a autonomia como um de seus valores. Um exemplo de como isso é aplicado é oferecer o benefício de horário flexível.

Importância da diversidade e inclusão

É fato que as novas gerações de trabalhadores que chegam ao mercado de trabalho se importam cada vez mais com a imagem empregadora das organizações. Também por isso, as discussões sobre a importância da diversidade nas empresas estão cada vez mais aquecidas.

Adotar um comitê de diversidade em sua organização pode ser um excelente caminho para aumentar a satisfação dos colaboradores, além de fazer com que todos sintam-se mais valorizados e acolhidos. 

Por isso, uma das principais tendências para o RH de 2022 é que a diversidade de ideias e pessoas seja cada vez mais levada em conta ao encontrar o local ideal para trabalhar.

Benefícios flexíveis

Seja pelos custos baixos, para aumentar a satisfação dos funcionários ou simplesmente para economizar espaço na carteira, os cartões de benefícios flexíveis estão sendo cada vez mais procurados pelos empregadores. E não é difícil imaginar o porquê: muito disso deve a facilidade de ter todos os seus benefícios em um cartão só e que seja de ampla aceitação.

Para 2022, a tendência é que os departamentos de RH optem por adotar um cartão de benefícios flexíveis. Esses, além de garantir mais flexibilidade para os colaboradores, também facilitam outros processos como reembolsos de despesas e gerenciamento de benefícios.

Demanda por Tech Recruiters

É de conhecimento geral que a área de tecnologia da informação anda muito aquecida. E tudo indica que não vai esfriar tão rapidamente: de acordo com o último relatório do PageGroup, a demanda por programadores, desenvolvedores e outros profissionais da área de TI só vai crescer ao longo deste ano. 

Por isso, torna-se imprescindível que as empresas que desejam ter os melhores talentos dessa área mantenham em seu time o profissional mais indicado para contratá-los de forma rápida: o Tech Recruiter, recrutador técnico ou simplesmente TR. 

Esse profissional possui os conhecimentos necessários para realizar o recrutamento, das noções técnicas das principais ferramentas as  atribuições entre desenvolvedores e programadores.

São muitas as expectativas que temos para a área de RH deste ano. Até mesmo porque ao longo de sua história esse setor já sofreu e continua sofrendo mudanças significativas que acompanham o contexto da época.

Se você gostou do texto, não deixe de comentar qual dessas tendências você acredita que virá com mais força neste ano. Ah! E antes que eu me esqueça: não deixe de dizer também qual outra tendência de RH deve vir com tudo em 2022.

5 2 votes
Article Rating

Tópicos

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Este artigo foi feito por

Artigos recentes
Mão segurando papel escrito "Eva Benefícios: Flexibilidade em suas mãos".
Acontece na Eva
Leonardo Grein

Se não há taxas, como a Eva lucra?

A Eva Benefícios surgiu com a proposta de simplificar os benefícios corporativos para o RH e, consequentemente, para o colaborador. Inclusive, um dos principais diferenciais

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments