Gestão financeira empresarial: 5 dicas!

por

por

Uma capa com fundo bege e com a silhueta de folhas espalhadas pelo fundo. No centro da imagem há o texto 'gestão financeira para empresas' e o ícone do Saldo Livre da Eva ao lado.

Por mais que pareça óbvio, ter um bom controle sobre a gestão financeira empresarial é uma tarefa essencial para o crescimento da organização. Mesmo assim, tal tarefa fundamental pode até passar despercebida pelos gestores de pequenos negócios.

Mas e você? Tem controle dos recursos financeiros do seu negócio? Administra-os de forma estratégica com um planejamento prévio? Caso sim, continue lendo esse artigo para melhorar ainda mais sua gestão financeira.

Agora, se a resposta for não, continue lendo também, pois aqui você vai encontrar as dicas essenciais que você deve saber sobre gestão financeira empresarial e a importância de investir nessa estratégia. Vamos lá?

O que é gestão financeira empresarial?

Consolidar uma boa gestão financeira em uma empresa definitivamente não é uma tarefa simples. De forma resumida, podemos dizer que a gestão financeira empresarial é pensada para planejar e executar os gastos de maneira inteligente, garantindo que a empresa maximize os lucros.

Mas um bom controle financeiro vai muito além disso. Devemos pensar em todo o conjunto de ações administrativas necessárias para análise, controle, planejamento e acompanhamento dos processos financeiros de uma organização.

O controle e monitoramento destas informações devem transmitir um objeto claro: uma boa gestão financeira empresarial, que tem o objetivo de proteger, valorizar e aumentar seu patrimônio.

Diferença entre gestão financeira operacional e estratégica

Alguns especialistas gostam de separar o controle financeiro nestas duas classificações: operacional e estratégica.

A gestão financeira operacional é aquela feita de forma mais mecânica, sem planejamento prévio. Pense no dono da vendinha do seu bairro, que tem aquela caderneta de finanças onde ele anota todas as entradas, saídas, quais e quantos produtos ele precisa comprar para o estoque.

Já a versão estratégica da gestão financeira necessita de uma análise e um planejamento prévio, que vai ajudar na tomada de decisões na hora de empreender.

Qual a importância da gestão financeira em empresas?

É essencial que sua empresa invista gestão financeira empresarial, pois ele é a base que sustenta todas as outras operações do negócio e torna as atividades da organização lucrativas.

Sem a gestão adequada do dinheiro, o prejuízo no saldo final se torna iminente. Por mais que as vendas estejam indo bem, os custos podem estar mais altos do que deveriam, e isso faz com que o caixa fique no vermelho e que não haja dinheiro para investir na expansão. Dessa forma, a empresa não consegue manter um crescimento sustentável.

💡Saca só esses dados: o mais recente Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas, realizado pelo Serasa, apontou 69,83 milhões de brasileiros em situação de inadimplência.💡

Já a pesquisa do Sebrae que identifica os principais sucessos e fracassos das empresas nos primeiros 5 anos de vida, aponta que os principais erros dos empreendedores estão ligados à falta de uma gestão financeira estratégica.

Como fazer a gestão financeira de empresas?

Já deu pra perceber que não se pode negligenciar o bom controle financeiro, né? Mas como aplicar uma boa estratégia de gestão financeira na sua empresa?

O primeiro passo é analisar a situação atual da sua empresa, entendendo suas necessidades. Confira agora algumas regras gerais estratégicas que beneficiam qualquer organização, independente do porte ou ramo de atuação:

1. Invista em um planejamento estruturado

É através de um bom planejamento que gestor e diretoria traçam os objetivos que vão culminar em um crescimento mais lucrativo ao negócio.

Mas é importante se atentar a alguns quesitos: ajuste o planejamento ao contexto real da sua empresa, buscando metas alcançáveis e ao mesmo tempo desafiadoras. Inclua também potenciais riscos e oportunidades de mercado, além dos pontos fortes e fracos do seu negócio.

Com as metas definidas, é hora de criar ações estratégicas que levarão sua empresa à conquista destes objetivos. Defina também as principais métricas que serão utilizadas para acompanhar os resultados.

2. Elabore um orçamento para alocação de recursos

Tão importante quanto o planejamento, um orçamento coeso que aponte quais serão os recursos alocados em cada parte da organização é fundamental para uma boa gestão financeira. 

Dessa forma é possível visualizar a gestão como um todo, identificando quais setores ou ações são as mais importantes e necessitam de um investimento maior.

Tenho certeza que, com um planejamento e orçamento coesos e bem estruturados, sua empresa terá um controle muito maior sobre as finanças, além de conseguir direcionar os recursos para despesas prioritárias.

3. Aposte na automatização de processos

Investir na automatização de processos básicos como pagamentos e emissão de notas fiscais permitirá que o departamento financeiro da sua empresa tenha mais tempo para atuar em uma gestão financeira estratégica.

Além disso, ao contar com inovações como as que a Eva oferece, sua empresa ainda consegue otimizar processos outrora lentos e minimizar erros humanos, ao mesmo tempo que torna sua organização um ambiente melhor para o colaborador.

4. Agilize os processos de reembolsos de despesas

app da Eva e nota fiscal para reembolso.

Perder tempo com processos que tradicionalmente levam tempo, como é o caso do processo de reembolso, também pode prejudicar severamente a gestão financeira empresarial. Atrasos e inconsistências nestes casos também fazem despencar a satisfação dos colaboradores.

Felizmente, a Eva conta com uma ferramenta de reembolso de despesas para tornar todo o processo muito mais prático. Conheça a ferramenta de reembolso de despesas da Eva.

5. Acompanhe de perto os gastos corporativos

Por fim, é necessário estar sempre com um olho atento para os gastos da sua organização. Assim, uma das principais dicas para a gestão financeira nas empresas é contar com um cartão para gastos corporativos.

Com uma solução dessas para despesas corporativas, sua organização terá o controle de todos os gastos em apenas uma plataforma.

Principais ERROS PARA EVITAR na gestão financeira empresarial

Agora você já sabe as principais dicas para conduzir uma boa gestão financeira na sua empresa. Assim, fique atento ao que NÃO fazer para comprometer seu controle:

Misturar contas pessoal e jurídica

Misturar contas pessoais e empresariais é um erro comum em empresas menores, principalmente onde o dono da empresa é também o gestor financeiro. Essa desorganização atrapalha o fluxo de caixa e também prejudica o capital de giro da empresa.

É essencial para um bom controle financeiro manter estas contas separadas e estabelecer um valor de pró-labore.

Não definir um pró-labore

Pró-labore é a remuneração mensal que o dono do negócio define para si mesmo. Se este valor não for determinado, o empreendedor pode acabar retirando dinheiro extra do caixa da empresa, prejudicando todo o orçamento planejado.

Além de definir um pró-labore, é necessário se limitar a ele, independente do lucro da empresa. O excedente lucrativo deve ser investido no crescimento da organização.

Deixar de registrar todas as entradas e saídas

Por menores que sejam os valores, uma boa gestão financeira empresarial depende do registro de todas as entradas e saídas do orçamento, sem exceção.

Se os pormenores forem deixados de lado, como a compra de materiais de escritório por exemplo, os valores de despesa não vão bater com o saldo bancário da empresa, e isso pode resultar em problemas de orçamento e possíveis irregularidades na contabilidade.

Não manter uma reserva financeira

Um bom planejamento financeiro deve sempre contar com possíveis imprevistos, fazendo com que a empresa esteja preparada financeiramente para enfrentar uma situação adversa.

É fundamental ter em mente uma reserva financeira já na etapa de planejamento de orçamento, assim você pode recorrer a esse fundo na hora de pagar alguma despesa urgente, ou, no melhor cenário, poder investir no crescimento do negócio.

Conclusão

Depois dessas dicas, temos certeza que sua empresa vai dar o devido valor à gestão financeira, montando um planejamento de primeira classe. Com a devida estratégia, o controle de recursos e o aumento dos lucros nunca mais deixarão de fazer parte da organização da sua empresa.

E por que não levar a gestão da sua empresa para outro nível? Aqui na Eva, nossa missão é facilitar processos oferecendo os melhores benefícios tanto para o empreendedor quanto para o empregador. Entre em contato e agende uma conversa!

0 0 votes
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!