Como funciona e como fazer PIX no EVACARD

por

por

Fundo roxo com linhas desenhadas. Um rosto sorrindo, o símbolo do Pix e, entre eles, PIX DA EVA.

Já é comprovado que ele caiu nas graças do brasileiro, mas você sabe explicar o que é o Pix? O Pix funciona como um sistema de pagamentos que foi lançado em 2020 pelo Banco Central do Brasil (Bacen).

Segundo uma pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o Pix é aprovado por 85% dos brasileiros. Dentre os jovens, a taxa de aprovação é ainda maior: 99% dos que têm entre 18 e 24 anos confiam no sistema de pagamentos.

E quem anda junto com a Eva sabe que não ficamos de fora de novidade alguma! Por isso, continue lendo para saber como funciona o Pix e como fazer Pix com o Saldo Livre do cartão de benefícios flexíveis!

O que é o Pix?

Todo mundo usa, mas poucos sabem explicar o que é o Pix. O Pix é um meio de pagamento instantâneo que permite a transferência de valores pelo celular, em poucos cliques. Ao contrário do que muitos pensam, apesar de ter sido lançado em 2020, ele começou a ser desenvolvido em meados de 2018, sendo que a ideia surgiu ainda em 2016.

A praticidade e rapidez nas transações estão dentre as principais vantagens do Pix, que foi lançado há pouco tempo mas já registrou mais de 73 milhões de transferências em um único dia, de acordo com o recorde do Bacen. Vale ressaltar que o tempo máximo para a conclusão de uma transferência Pix é de dez segundos.

Outro destaque que explica a popularização da tecnologia é a possibilidade de envio de valores 24h por dia, sete dias por semana e em todos os dias do ano — sejam eles úteis ou não. É tanta inovação que é fácil ficar perdido com o funcionamento do Pix, não é?

Sendo regulamentado pelo Bacen, o Pix segue um fluxo de funcionamento muito específico, que determina as etapas do processo do meio de pagamento. Vale destacar que é o próprio Banco Central que faz a mediação das transferências via Pix. Por isso, entenda de uma vez por todas como funciona o Pix.

Como funciona o Pix?

Para realizar uma transferência Pix, é necessário possuir uma chave Pix cadastrada. Há também a possibilidade de transformar seus dados bancários em uma imagem que pode ser lida por câmeras de celular, como é o caso do QR Code Pix.

Esta segunda opção é vantajosa para comerciantes, que podem disponibilizar o código nos caixas para o pagamento. Uma outra vantagem é que o valor pode ser definido tanto por quem paga quanto por quem recebe.

💡Uma chave Pix pode ser seu CPF/CNPJ, e-mail ou número de telefone vinculado à sua conta bancária.

É por meio destas informações que o Banco Central tem acesso aos dados do pagador e do recebedor. Nos 10 segundos que levam para concluir a transação, o Bacen faz a mediação entre os sistemas de pagamento das duas partes.

Como funciona o Pix: o fluxo do sistema de pagamentos

A partir das Provedoras de Serviços de Pagamentos (PSPs) como a Gerencianet ou a Eva, as empresas, organizações e pessoas físicas podem inserir os dados da chave de quem irá receber uma transação.

Todas as informações relevantes para as transferências Pix ficam armazenadas em um Diretório de Contas Transacionais (DICT). Após a solicitação da PSP do pagador, há a conferência se os dados inseridos condizem com alguma conta cadastrada no DICT.

Após a confirmação, a instituição financeira do pagador comunica o Bacen da intenção de transferência. Nessa hora é que é feita a mediação, já que o Bacen quem comunica o banco do recebedor, que revisa as informações e aceita — ou não — o pagamento solicitado.

O Pix é seguro?

Quando o Pix surgiu, muitos tiveram suas dúvidas sobre a segurança do meio de pagamento. Mas após alguns anos, grande parte dos brasileiros consideram o Pix como a melhor forma de pagar.

E não se engane: o Pix, além de rápido e simples, também é muito seguro. A Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN), que armazena os dados dos usuários, só é acessível para PSPs cadastrados.

Além disso, as próprias instituições financeiras possuem sistemas de segurança baseados em criptografia de dados, o que garante a segurança do dinheiro e informações pessoais do usuário.

Novas regras do Pix

Inicialmente, o Pix não deveria ter limites de valor nas transações ou quantidade máxima de transferências por dia. Entretanto, o Bacen resolveu criar algumas novas regras para o Pix.

Limites

Como o maior número de golpes envolvendo o Pix acontecia no período noturno, o Bacen resolveu limitar as transações nesses horários. Agora, pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEI) terão um limite de R$1.000,00 para transações noturnas — das 20h às 6h.

Cadastro prévio

Para solicitar aumentos de limites em operações de pagamentos, os usuários terão que se cadastrar até 24h antes do aumento ser efetivado. A medida vem para prevenir que os limites de transferências sejam aumentados durante alguma situação de perigo.

Como fazer Pix do Saldo Livre pela Eva Benefícios

Com as 8 categorias de benefícios do cartão Eva Benefícios, você já tem tudo o que precisa só com seu Evacard. Ainda assim, gostamos de inovar e trouxemos a possibilidade de transferir seu Saldo Livre via Pix.

Conheça esta funcionalidade exclusiva:

E para fazer Pix pela Eva é muito simples! Acessou o app da Eva? Então é só ir em ‘Transferências’, escolher ‘Pix’, inserir o valor e sua chave Pix e pronto!

Depois de confirmar as informações, só precisa escolher se vai compartilhar o comprovante ou não.

Veja como funciona:

Pix do cartão de benefícios flexíveis? É só com a Eva!

Quais as regras do Pix da Eva?

Para efetuar uma transferência por Pix, é imprescindível que a conta bancária do destino esteja cadastrada no mesmo CPF do colaborador. Vale o adendo que somente os valores disponíveis na categoria Saldo Livre podem ser enviados via Pix.

Além disso, o valor mínimo a ser enviado é de R$35,70, que inclui a taxa que é cobrada de cada transferência. No período da noite (20h às 06h), o valor total das transações segue o padrão de transferências noturnas, cujo limite é R$1.000,00.

Também não é possível transferir todo o seu saldo, uma vez que o valor máximo para a transferência inclui a taxa que será debitada no Pix. Ou seja: se sua organização tem uma taxa de 2%, com R$100 na categoria Saldo Livre o valor máximo para transferências Pix é de R$98.

E aí, descobriu o que é o Pix? Entendeu como funciona o Pix da Eva? Então para ficar por dentro de todas as novidades que acontecem por aqui, acompanhe o blog!

0 0 votes
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!