Controle de ponto no home office: qual a importância?

por

por

Fundo branco com faixa rosa no meio. No canto centro esquerdo, há o mascote da Eva segurando um relógio e, atrás dele, uma casa. No título "controle de ponto no home office".

É fato que trabalhar em casa não traz só benefícios, como também inúmeros desafios. Além da adaptação do colaborador, o RH ou Departamento Pessoal também precisa se adequar às normas de controle de ponto no home office.

Não preciso explicar aqui os inúmeros empecilhos que foram encontrados quando a humanidade precisou se adaptar ao modelo de trabalho remoto. A pandemia mal terminou e ainda há quem sinta dificuldades em conciliar as horas de trabalho e descanso ou simplesmente manter o foco trabalhando em casa.

Com isso, surgem inúmeros problemas que não apareciam quando o controle de ponto era feito no trabalho presencial. Para aprender tudo sobre o controle de ponto no home office, continue a leitura.

O que é home office ou trabalho remoto?

O home office é um regime de trabalho que garante a possibilidade de trabalhar de casa — ou de qualquer lugar com internet, como fazem os nômades digitais. Um equívoco comum sobre o trabalho no ambiente doméstico é associá-lo apenas à pandemia.

Inclusive, uma pesquisa do IBGE de 2018 já apresentava que 3,8 milhões de brasileiros já trabalhavam no regime remoto. Já nos últimos meses da pandemia, em 2022, 32,7% das organizações brasileiras adotaram o home office de forma total ou parcial, segundo levantamento “Tendências do home office no Brasil”, da FGV.

O que a lei (CLT) diz sobre o controle de ponto no home office?

A Consolidação das Leis Trabalhistas estabelece que organizações com mais de 20 colaboradores no quadro de funcionários devem efetuar o acompanhamento da jornada de trabalho. Para o controle de ponto no home office, no entanto, o buraco é um pouco mais embaixo.

Segundo o artigo 62 da CLT, disposto na Lei nº 8.966 de 1994:

“I – os empregados que exercem atividade externa incompatível com a fixação de horário de trabalho, devendo tal condição ser anotada na Carteira de Trabalho e Previdência Social e no registro de empregados;”

Como, no entanto, o chamado teletrabalho — que é diferente do home office, uma vez que este termo não está presente na CLT — só foi regulamentado em 2017, foi necessário uma adição ao artigo 62.

“III – os empregados em regime de teletrabalho.”

Assim, é possível entender que mesmo sem regulamentação, o colaborador que opera em home office ainda precisa cumprir sua jornada de trabalho. Mesmo assim, algumas empresas não efetuam o controle de ponto dos funcionários no home office.

Isso, no entanto, não é muito indicado. Sem um controle efetivo, as organizações ficam à mercê de colaboradores que agem de má fé e não cumprem suas horas de trabalho. Além disso, o acompanhamento das principais métricas de RH como absenteísmo também fica comprometido.

Confira mais informações sobre o controle de jornada no trabalho remoto.

Os desafios do RH no controle de ponto no home office

Como já foi dito, o controle de ponto no home office é um desafio para o RH não apenas pela falta de regulamentação, como também pela adaptação a esse sistema de trabalho que tem suas particularidades.

Confira a seguir.

Trabalho excessivo

Uma pesquisa da Fiocruz sobre o trabalho na pandemia trouxe dados alarmantes e que justificam o controle de ponto no home office. Segundo o levantamento, 50% dos participantes afirmaram trabalhar mais de 40h por dia durante o isolamento social.

Isso ocorre devido a diversos fatores, incluindo a interação entre o ambiente de trabalho e o espaço de descanso, resultando em um desequilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal.

Falta de foco

E claro, em relação aos escritórios, a casa dos colaboradores possui inúmeros gatilhos que remetem ao lazer e descanso, o que também contribui para a falta de foco na jornada de trabalho home office.

Também por isso, o controle efetivo de ponto no regime remoto torna-se fundamental para garantir que os funcionários estejam dedicados somente ao trabalho no horário comercial. 

Impactos na produtividade

Há algumas empresas, como a Eva, que se beneficiam com abordagens mais flexíveis em relação aos funcionários. Nestes casos os horários de trabalho são bem negociáveis e são as entregas de cada colaborador que são relevantes para a avaliação de desempenho.

Já as que têm uma cultura mais controladora podem encontrar problemas na adaptação para o sistema de home office. Assim, torna-se evidente a necessidade, para estas organizações, de um controle de ponto mais rígido no sistema remoto.

Por fim, o controle de ponto no home office…

Se mostra imprescindível para um bom funcionamento do modelo remoto! Com o controle de ponto no home office sendo executado da maneira correta, as organizações conseguem ser mais eficientes em todos os aspectos.

E quem se preocupa com os colaboradores já sabe que o RH e DP vão além destas tarefas burocráticas, não é verdade!? Por isso, conheça o cartão de premiação e os benefícios flexíveis da Eva!

Evacard, cartão multibenefícios iluminado
Cartão Eva Benefícios rodeado por luzes de natal.
5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!