Os pilares de uma boa gestão de desempenho

por

por

Mulher loira de meia idade sorrindo. No título, "gestão de desempenho".

Saber quais colaboradores estão se desenvolvendo e quais estão ‘estagnados’ em seu patamar atual é uma grande vantagem para organizações. Para este propósito, é fundamental efetuar uma boa gestão de desempenho.

Em suma, gestão de desempenho é o processo de acompanhamento e avaliação de desempenho dos colaboradores. Ele serve para administrar o progresso dos funcionários e garantir que todos melhorem suas habilidades comportamentais e técnicas.

E acredite: há inúmeros benefícios para empresas que aderem às práticas de gestão de desempenho. Confira todos eles adiante.

O que é gestão de desempenho nas empresas?

A gestão de desempenho é uma prática que visa o desenvolvimento das competências técnicas e comportamentais do colaborador. Por meio de um diagnóstico da situação atual, feito pela avaliação de desempenho, o funcionário e seu líder direto podem começar a estabelecer metas.

Tais metas servem não apenas para o desenvolvimento pessoal do funcionário, como também podem fazer com que ele cresça alinhado com a cultura e clima organizacional. Dessa forma, as vantagens da gestão de desempenho vão além do colaborador, como também beneficiam a organização.

Veja mais adiante.

Importância da gestão de desempenho

A gestão de desempenho é essencial para o sucesso de uma organização, proporcionando clareza de expectativas, feedback contínuo e oportunidades de crescimento para os colaboradores. Ao alinhar metas individuais com os objetivos da empresa, a organização promove uma cultura de melhoria contínua, resultando em maior engajamento e retenção de talentos.

Além disso, ao fornecer feedback regular, reconhecimento e recompensas justas, ela motiva os funcionários, impulsiona seu crescimento profissional e aumenta a satisfação no trabalho. Também, ao facilitar a identificação de áreas de melhoria e oportunidades de desenvolvimento, se fortalece a competitividade e a eficiência da empresa.

Quais os benefícios da gestão de desempenho?

Em empresas grandes, em termos de quadro de funcionários e faturamento, é comum ver casos de pessoas que constroem suas carreiras na organização. Para isso, é necessário investimento no capital humano.

Confira as vantagens dessa prática para empresas e colaboradores.

Vantagens para colaboradores

Para os colaboradores, as vantagens em efetuar a gestão de desempenho com certa periodicidade são muitas. Dentre as principais, estão:

  • Mais chances de construir carreira na empresa
  • Maior probabilidade de progressão profissional
  • Feedbacks mais regulares
  • Clareza de expectativas
  • Reconhecimento e premiações

Vantagens para empresas

As organizações também saem ganhando com uma gestão de desempenho efetiva. Assim, dentre as vantagens para as empresas, é possível destacar:

  • Identificação e valorização de talentos
  • Alinhamento estratégico
  • Melhoria das habilidades técnicas e comportamentais
  • Aumento na produtividade
  • Retenção de talentos
  • Redução de custos de contratação
  • Fortalecimento da cultura de feedback

💡Confira também os reflexos da gestão de desempenho no engajamento dos funcionários 💡

Gestão de desempenho x Avaliação de desempenho

A gestão de desempenho refere-se a um processo abrangente e contínuo que envolve o estabelecimento de metas, o acompanhamento do progresso, o fornecimento de feedback regular, o desenvolvimento de habilidades e a promoção de um ambiente de trabalho produtivo. A gestão de desempenho visa melhorar o desempenho individual e organizacional de forma holística.

Por outro lado, a avaliação de desempenho é uma atividade específica dentro da gestão de desempenho. Ela envolve a análise formal do desempenho de um funcionário em relação às metas estabelecidas, critérios pré-definidos e competências requeridas para o cargo. Geralmente, a avaliação de desempenho ocorre em intervalos regulares, como anualmente ou semestralmente.

Como fazer gestão de desempenho?

Uma boa gestão de desempenho envolve organização e padronização dos processos. Assim, é possível garantir que todo o quadro de funcionários da organização obtenha a devida atenção.

Infográfico com o passo a passo de uma boa gestão de desempenho ou avaliação de desempenho.

1. Estabelecer metas

Antes de iniciar, é essencial compreender os motivos para implementar uma gestão de desempenho eficaz. Identifique claramente os objetivos principais, como fornecer feedback construtivo aos funcionários, identificar oportunidades de crescimento e recompensar o desempenho excepcional, entre outros benefícios.

2. Definir critérios de avaliação

Estabeleça os critérios pelos quais o desempenho dos colaboradores será avaliado. Esses critérios podem incluir metas individuais, competências técnicas, habilidades comportamentais, qualidade do trabalho, entre outros aspectos relevantes. Assegure-se de que esses critérios estejam alinhados aos objetivos estratégicos da organização.

3. Escolher métodos de avaliação

Existem várias ferramentas e métodos disponíveis para realizar uma gestão de desempenho eficiente, como avaliações 360 graus, feedback de pares, autoavaliações e avaliações conduzidas por gestores. Escolha os métodos mais adequados à cultura e às necessidades da sua empresa.

4. Preparar líderes e colaboradores

Ofereça treinamento adequado aos gestores e colaboradores sobre como conduzir e receber avaliações de desempenho de forma eficaz. Os líderes devem compreender como fornecer feedback construtivo, estabelecer metas de desenvolvimento e conduzir avaliações significativas. Já os colaboradores devem ser capacitados para se autoavaliar, receber feedback de maneira construtiva e estabelecer metas pessoais.

5. Estabelecer o processo de gestão de desempenho

Defina uma estrutura clara para o processo, incluindo datas importantes, prazos para conclusão das avaliações e revisões periódicas. Certifique-se de que o processo seja transparente e equitativo para todos os colaboradores.

6. Coletar feedback e realizar avaliações

Solicite aos gestores que coletem feedback sobre o desempenho dos funcionários ao longo do período de avaliação. Isso pode ser feito por meio de reuniões individuais, registros de desempenho ou outras formas de coleta de feedback. Os gestores devem utilizar essas informações para conduzir avaliações objetivas e fornecer feedback construtivo.

7. Fornecer feedback e estabelecer metas de desenvolvimento

Realize reuniões individuais com cada colaborador para fornecer feedback sobre seu desempenho e discutir oportunidades de crescimento. Estabeleça metas de curto e longo prazo para auxiliar os colaboradores a aprimorarem seu desempenho e desenvolverem suas habilidades.

8. Acompanhar resultados e revisar o processo

Monitore regularmente o progresso dos colaboradores em relação às metas estabelecidas. Faça revisões periódicas para garantir que a gestão de desempenho esteja funcionando de maneira eficaz e faça os ajustes necessários, se necessário.

E como continuar cuidando dos colaboradores?

Apenas desenvolver os colaboradores não garante uma taxa de turnover abaixo do indicado. Para isso, é necessário fazer com que os funcionários sintam-se acolhidos e partes importantes da sua organização.

Para isso, o investimento em benefícios flexíveis se mostra como algo fundamental. Dessa forma, os colaboradores podem concentrar todos os benefícios num só cartão.

E o melhor de tudo é a possibilidade de personalizar os saldos de cada funcionário. Quer saber mais? Entre em contato com nossa equipe!

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!