Ambiente de trabalho tóxico: 5 sinais para identificar e como agir

por

por

Fundo roxo com branco e rosa. Ivo, mascote da Eva, ao lado do título "ambiente de trabalho tóxico".

O debate sobre bem-estar corporativo, assim como ambientes de trabalho tóxicos, está em alta nos últimos anos e existem boas razões para isto. Com o avanço do tempo, mais e mais profissionais relatam estar sofrendo com os sintomas da síndrome de burnout

Segundo levantamento publicado na National Library of Medicine, ou biblioteca nacional de medicina dos EUA, um ambiente de trabalho tóxico afeta diretamente a produtividade organizacional, assim como aumenta os níveis de estresse e esgotamento profissional. Sabendo disso, qual seria o papel das organizações para melhorar o clima organizacional?

Veremos adiante a definição de ambiente de trabalho tóxico, alguns sinais que podem indicar toxicidade nas organizações, além de entender como agir para melhorar esse importante indicador. Bora lá!

O que é um ambiente de trabalho tóxico?

Como o termo sugere, trata-se de um contexto laboral que gera níveis elevados de estresse para os colaboradores. A exposição prolongada a organizações com essa característica pode resultar no desenvolvimento de diversos problemas de saúde entre os trabalhadores.

Na pesquisa “Work in America” de 2023 conduzida pela APA (American Psychological Association), 19% dos participantes caracterizaram o ambiente de trabalho como tóxico. Além disso, mais de um quinto dos respondentes (22%) indicou que o ambiente profissional teve impactos negativos em sua saúde mental.

Uma boa metáfora para compreender um ambiente de trabalho tóxico é pensar no solo. Quando contaminado, um solo pode prejudicar a vida e o desenvolvimento das plantas ao redor. Da mesma forma, um ambiente de trabalho tóxico afeta os colaboradores em termos de produtividade, desenvolvimento profissional e saúde.

Mas então, você poderia classificar seu ambiente profissional como tóxico? Vejamos 10 sinais que podem indicar isso.

Como identificar um ambiente de trabalho tóxico? 10 sinais

Há inúmeras formas de categorizar um ambiente de trabalho como sendo tóxico. Confira alguns sinais.

1. Falta de motivação

Um dos aspectos mais evidentes presente nos funcionários que trabalham em ambientes tóxicos é a falta de motivação. Afinal, ninguém fica inspirado e motivado para ir trabalhar quando não se sente bem no local de trabalho, não é mesmo?

2. Comunicação violenta

Ninguém merece ser tratado com falta de educação em lugar algum, e muito menos no ambiente profissional. Assim, a comunicação violenta, principalmente quando parte dos cargos mais altos da organização, é um sinal evidente de ambiente de trabalho tóxico.

3. Fofoca descontrolada

Vamos ser sinceros que algum grau de fofoca é comum no ambiente de trabalho, podendo até fortalecer os laços sociais. No entanto, é crucial estar atento quando esse comportamento ultrapassa limites, prejudicando a atmosfera profissional e o bem-estar das pessoas envolvidas. 

4. Excesso de competitividade

Você já viu The Office? Na série, que trata de um escritório de uma empresa que vende papel, os dois principais vendedores, Dwight e Jim, estão constantemente competindo pelos melhores resultados. E isso, em certo grau, traz vantagens reais ao aumentar a motivação e melhorar os resultados de ambos.

Quando a busca por sucesso se transforma em sabotagem mútua, a cultura organizacional pode deteriorar-se, afetando negativamente a colaboração e a eficiência. 

5. Brigas e desentendimentos constantes

Meu escritório é uma selva” é uma frase que define bem este aspecto que pode indicar um ambiente de trabalho tóxico. Se as brigas e desentendimentos se tornam frequentes, é muito provável que o clima organizacional da sua empresa esteja precisando de ações urgentes.

6. Taxa de rotatividade nas alturas

Acredite quando digo que não há salário que segure um bom profissional na organização, se o ambiente de trabalho for tóxico. Principalmente nas novas gerações que entram no mercado de trabalho, cada vez mais pessoas estão dispostas a largar empregos em que não se sentem felizes.

7. Bullying corporativo

Comportamentos agressivos, humilhações e discriminações afetam negativamente a saúde mental dos funcionários, minando a produtividade e a moral. Essa cultura desencoraja a colaboração e a inovação, comprometendo o bem-estar geral e a eficácia organizacional.

8. Lideranças negativas

Há no LinkedIn uma máxima que diz: “líderes ruins afastam bons profissionais”. E isso é tão verdade que todos nós conhecemos empresas que perdem bons funcionários pela incapacidade de demitir lideranças que atrapalham o progresso e desenvolvimento dos demais.

9. Absenteísmo

Um dos principais sinais de alerta em relação à síndrome de esgotamento está relacionado às faltas constantes. Nesse ponto, o funcionário encontra-se tão desmotivado que falta ao trabalho sem ter necessariamente boas razões para isso.

10. Indiferença dos funcionários

Quando colaboradores se tornam apáticos, pode indicar desmotivação, falta de engajamento e até mesmo falta de interações devido a um ambiente hostil. Essa indiferença é um sintoma evidente de um local de trabalho tóxico.

Veja alguns sinais explicados por uma psicóloga organizacional.

Como agir para reduzir a toxicidade do ambiente de trabalho?

1. Avaliação da cultura organizacional

Examine a cultura da empresa para identificar sinais de toxicidade. Avalie valores, normas e práticas para promover um ambiente positivo, alinhado aos objetivos da organização.

2. Avaliação de lideranças

Analise as lideranças em todos os níveis. Garanta que os líderes promovam uma cultura inclusiva e inspirem colaboradores, evitando comportamentos tóxicos e a conhecida síndrome do pequeno poder.

3. Coleta de feedbacks dos funcionários

Implemente canais eficazes para os funcionários expressarem suas experiências. Feedbacks honestos são cruciais para entender as preocupações e implementar mudanças significativas.

4. Elaboração de programas de conscientização e treinamento

Desenvolva programas educativos para sensibilizar sobre comportamentos tóxicos. Treinamentos contínuos promovem inteligência emocional, respeito e uma cultura de apoio.

5. Estabelecer mecanismos para resolução de conflitos

Crie processos transparentes e justos para resolver conflitos. Mecanismos eficazes promovem a resolução pacífica e previnem o agravamento de problemas.

6. Acompanhamento periódico e melhoria contínua

Implemente avaliações regulares para monitorar mudanças. Adote uma abordagem de melhoria contínua, ajustando estratégias conforme necessário para manter um ambiente de trabalho saudável.

Como a Eva pode ajudar sua organização no processo?

Se você não quer mais perder colaboradores preciosos por conta de um ambiente organizacional tóxico, a Eva pode te ajudar com soluções práticas para as pessoas da sua organização.

Na identificação do problema

Para identificar o problema, recomendamos a utilização de uma ferramenta de criação de questionários simplificada, como é o caso do Eva Conecta. Com ele, você cria formulários de feedbacks que seus colaboradores recebem diretamente no aplicativo.

Assim, você pode coletar as percepções dos colaboradores sobre o clima organizacional da empresa. A cultura de feedbacks também auxilia na rápida identificação e resolução de problemas que podem causar conflitos no ambiente corporativo.

Na melhoria do ambiente de trabalho tóxico

Para agir e melhorar o ambiente de trabalho tóxico, no entanto, são necessárias ações concretas. Nesse âmbito, a Eva pode ajudar com:

  • Cartão para premiação para motivar seus funcionários.
  • Cartão multibenefícios para concentrar todos os benefícios num só cartão de ampla aceitação.
  • Eva Cuidar: a melhor solução para o bem-estar corporativo.

E então, deseja saber mais? Entre em contato com nossos especialistas pelo formulário abaixo e receba cotações personalizadas para sua organização.

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe nas suas redes sociais:

Quer simplificar os processos
da sua empresa?

Comentários

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Quer saber mais?
Fale com a Eva!