Início » Blog » Como aproveitar os alimentos de forma integral?

Como aproveitar os alimentos de forma integral?

A alimentação é a base da vida e um dos fatores que mais influenciam o estado de saúde do ser humano. Além de garantir o sustento, a alimentação deve promover saúde mental e física e, para isso, precisa ser variada e rica em nutrientes.

Para alcançarmos uma alimentação saudável, um dos métodos mais baratos e pouco conhecidos é aproveitar aquelas partes “desprezadas” dos alimentos. Essa é uma forma sustentável e saudável de se alimentar: o aproveitamento integral de alimentos.

“Mas o que é aproveitamento integral dos alimentos?”, você pode estar se perguntando. Essa dieta consiste na utilização de todas as partes dos alimentos, incluindo o uso de partes que tendem a ir direto para o lixo, como as cascas, sementes, talos, folhas e tudo o que geralmente não consumimos. Confira exemplos e os benefícios desta dieta a seguir.

Aproveitamento integral de alimentos

As partes de alimentos que são jogadas no lixo por vezes são ricas em valor nutricional. Alguns exemplos de partes não convencionais dos alimentos, são:

  • Folhas de cenoura, beterraba, batata doce, couve-flor, abóbora e hortelã;
  • Cascas de batata inglesa, banana, laranja, mamão, pepino, maçã, abacaxi, berinjela, beterraba, goiaba, manga e abóbora;
  • Talos de couve-flor, brócolis e beterraba; 
  • Sementes de abóbora, melão e melancia.

Atualmente, como apenas uma parcela mínima da população consome o todo dos alimentos, muitas dessas partes vão para o lixo por não sabermos o que fazer com elas. No preparo de refeições, por exemplo, descartamos componentes que não apenas podem ser consumidos como também são tão nutritivos quanto os outros.

Assim, realizar o aproveitamento integral dos alimentos mostra-se muito benéfico, contribuindo para a saúde, para o meio ambiente e também para o bem-estar financeiro — já que é uma forma de economizar.

A seguir, acompanhe alguns benefícios de aproveitar os alimentos de forma integral: 

Benefícios do aproveitamento integral dos alimentos 

Vamos conferir de forma mais detalhada os benefícios do aproveitamento integral dos alimentos: 

Propriedades nutricionais

Você já deve ter ouvido falar que, normalmente, as partes não convencionais dos alimentos são bastantes nutritivas. Mas sabia que, às vezes, podem ser até mais ricas em nutrientes do que as partes que consumimos habitualmente? 

Consumir cascas, talos, folhas, sementes e outras partes as quais a maioria joga fora, pode trazer ainda mais valor nutricional para o seu prato, já que esses componentes oferecem uma boa quantidade de vitaminas, minerais e fibras, que são micronutrientes importantes para a nossa saúde. 

Um ótimo exemplo é a casca da banana, que é rica em triptofano, um nutriente essencial para a sensação de bem-estar e prazer. Um outro exemplo é a casca da abóbora, que é rica em antioxidante, fibras e possui valor nutricional maior do que a própria polpa. A semente também pode ser consumida, sendo rica em antioxidantes, fibras, além de ser fonte de proteínas. 

Cardápio variado

O aproveitamento integral dos alimentos possibilita experimentar novas opções de receitas, ressaltando um fator importante que é a variação dos cardápios. Isso se dá pois um alimento — quando bem aproveitado — pode ter em média cinco preparações diferentes, repleta de nutrientes e que podem render também um prato bem colorido.

Sustentabilidade 

Outro benefício importante com o aproveitamento integral dos alimentos é a redução do desperdício. Isso porque, ao utilizarmos só as partes principais, desperdiçamos componentes dos alimentos que poderiam ser aproveitados no preparo de outras refeições.

E nem preciso entrar no mérito de falar sobre a porcentagem da população para a qual a fome é uma realidade, não é? Em contrapartida, já parou pra pensar em quantas partes aproveitáveis de alimentos, como cascas de banana ou de abóbora, você desperdiça semanalmente? É algo para refletir.

Agora que já está a par das vantagens que o aproveitamento integral de alimentos pode trazer, conheça algumas dicas para utilizar os ingredientes inteiros:

Dicas para o aproveitamentos integral dos alimentos 

  1. Folhas e talos de couve-flor e brócolis são ricos em antioxidantes, que combatem os radicais livres, e em ácido fólico, essencial para a síntese de hemácias e para o desenvolvimento do feto na gravidez. Por isso, não jogue fora, considere prepará-las salteadas ou em sopas, tortas salgadas e saladas. 
  1. As folhas da cenoura são ricas em vitamina A — importante para saúde dos olhos, pele, cabelos e para o desenvolvimento do corpo. Podemos aproveitá-las para fazer bolinhos ou para substituir o uso da salsinha. Elas são extremamente parecidas em aspecto e sabor.
  1. Os talos de couve, agrião, beterraba, brócolis e salsa, entre outros, contém fibras e podem ser aproveitados como recheios de tortas, patês ou em escondidinhos;
  2. Com as cascas de frutas como goiaba e abacaxi, é possível preparar sucos simplesmente batendo com água no liquidificador. suco pode ser aproveitado para substituir ingredientes líquidos no preparo de bolos;
  1. Cascas de batatas, cenoura, abobrinhas podem servir para o preparo chips. Para isso, basta descascar o alimento preservando a espessura da casca, colocar em forma untada, temperar a gosto e levar ao forno por no máximo 10 minutos, à 180º C. É importante ficar sempre atento para não passar do ponto e mexer quantas vezes for necessário.
  1. Ainda com as cascas de abóbora, batata e cenoura, pode-se fazer um delicioso creme. Para isso, basta refogar as cascas com cebola e alho, cozinhar bem, temperar a gosto e liquidificar. Tomate, salsinha e cebolinha também cabem na receita. Fica uma delícia!
  1. Cascas de abacaxi e maçã — embora a maçã possa ser comida com casca — podem virar um delicioso chá. Você pode incrementar o preparo com cravo, canela, entre outros.
  1. Não jogue fora os talos do agrião pois eles contêm muita vitamina C, importante para aumentar a imunidade do organismo e, portanto, prevenir doenças. Por isso, na próxima vez refogue os talos com tempero e ovos batidos ou considere fazer um suco.
  1. A casca da laranja pode ser caramelizada para ser servida com café ou utilizada em compotas ou mesmo para biscoitos.

Viu como há diversas formas de se aproveitar as partes desprezadas de alimentos? Essas são apenas algumas dentre as várias receitas possíveis. Por isso, se você gostou do texto, não deixe de compartilhá-lo com quem possa se interessar. Até!

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe

Este artigo foi feito por

Artigos recentes
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Quer transformar os benefícios da sua empresa?

Baixe nosso eBook “Guia para implementar ou trocar benefícios corporativos”