Início » Blog » As responsabilidades do RH além da admissão e demissão
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

As responsabilidades do RH além da admissão e demissão

O senso comum sobre “o que faz um RH” está diretamente ligado à admissão e demissão. De fato são verdades, mas o papel dos Recursos Humanos vai além disso. Um RH estruturado é um forte influenciador para que as empresas alcancem seus objetivos. Afinal, é necessário que o quadro de colaboradores esteja satisfeito e empenhado para que as metas sejam atingidas.

Dessa forma, existem inúmeras respostas por trás da pergunta “O que faz um RH?”. No que diz respeito à retenção de talentos, a promoção de um clima organizacional favorável é muito importante, assim como os benefícios, salários e também a gestão de pessoas. Quanto a atração de talentos, o job description e benefícios corporativos fazem a diferença.

Neste artigo vamos entender as responsabilidades dos Recursos Humanos, os profissionais envolvidos no departamento e diferenciar o RH do DP (Departamento Pessoal). 

O que é RH?

O setor de RH é o responsável por atrair, admitir, pagar, reter, cuidar, gerir e demitir funcionários. Cada uma dessas etapas possui seus respectivos responsáveis, habilidades e conhecimentos para que as atividades sejam realizadas com eficiência. Em um momento da história, o RH visava apenas os objetivos organizacionais, o que mudou e agora foca também na satisfação dos empregados.

Entre a Primeira Revolução Industrial e o fim da Segunda Guerra Mundial, o RH ainda estava dando os seus primeiros passos. Os profissionais da área eram os responsáveis por contratar, pagar e controlar as atividades dos funcionários da época. O objetivo foi garantir produtividade, uma vez que os contextos das épocas exigiam isso.

Ao avançar na linha do tempo, os Recursos Humanos perceberam que o grau de satisfação das pessoas é muito importante para a produtividade empresarial. Então, essa diretriz foi acoplada ao escopo de atividades do setor. No Brasil, esse momento foi marcado pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) por Getúlio Vargas em 1943, garantindo direitos aos trabalhadores como benefícios, férias remuneradas e outros.

Essas regras devem ser cumpridas assim como as diretrizes sindicais, que ficam por conta do Departamento Pessoal, uma das áreas dentro dos Recursos Humanos.

Áreas do RH

São muitas as atribuições e responsabilidades do RH, como discutiremos adiante. Para facilitar e esquematizar as atividades, o RH é dividido entre três áreas: Departamento Pessoal, Planejamento Estratégico e Treinamento e Desenvolvimento.

infográfico que divide do setor de recursos humanos em: Departamento pessoal, Planejamento estratégico e treinamento desenvolvimento.

Departamento Pessoal

O DP é a parte que realiza a administração dos colaboradores da empresa. Não é à toa que a formação em administração é comum entre os profissionais da área.

Das atribuições do DP cabem:

  • Admissão: agendamento de exames admissionais, anotações em carteiras de trabalho, cadastramento, etc.
  • Folhas de pagamento: cálculos que constarão nos contra-cheques de pagamento. 
  • Benefícios: aquisição de planos de saúde e odontológico, vales alimentação e refeição, bolsas de estudos etc.
  • Férias: agendamento de férias, pagamentos e afins.
  • Controle de ponto: acompanhamento das jornadas de trabalho, faltas justificadas e sem justificativas.
  • Demissão: agendamento de exames demissionais, rescisão de contrato, cálculos sobre o desligamento e acertos.

Planejamento Estratégico

Essa é a parte preocupada em promover a satisfação dos colaboradores. Então as pesquisas de eNPS, por exemplo, serão realizadas neste campo. Os profissionais voltados para o PE são os atentos com o turnover e formas de aumentar a média de tempo de permanência na empresa. E uma boa maneira de incentivar a permanência são os planos de carreira, que também ficam a cargo do PE.

Treinamento e Desenvolvimento

Um motivo comum que faz as pessoas deixarem seus empregos é quando não há mais espaço para crescimento profissional. Essa é uma dor que o T&D busca resolver ao desenvolver pessoas.

Dentre os treinamentos, há os que contemplam hard skills e também soft skills. As hards são habilidades técnicas para desempenhar as funções do cargo; enquanto que as soft dizem respeito a comportamentos e habilidades sociais, tal como a comunicação. Cada uma delas impactam no cotidiano organizacional e na trajetória profissional.

Quadro comparativo das atividades entre o Recursos Humanos e Departamento Pessoal. O RH é responsável pela atração de talentos, recrutamento e seleção, treinamento, desenvolvimento de pessoas, retenção de talentos, employer branding e people analytics. Já o DP por admissão e rescisão, folha de pagamento, ponto, férias e encargos, cálculos de INSS, legislação trabalhista, FGTS e documentação.
Embora ligado ao departamento de Recursos Humanos, o Departamento Pessoal é ligado às atividades burocráticas de um RH.

Como ser um profissional de RH

Embora existam graduações em Recursos Humanos, outras formações profissionais são contempladas pela área, como Administração e Psicologia. Como visto ao longo do artigo, existem atividades administrativas e de desenvolvimento pessoal, logo, faz todo sentido as formações pontuadas.

Quanto aos pré-requisitos, é difícil dar uma resposta precisa sobre isso, pois cada job description trará as necessidades da vaga. Algumas podem ser mais voltadas para DP, outras PE ou ainda T&D. A certeza é que é pouco provável que as atribuições fujam do que foram trazidos ao longo do artigo.

Na carreira profissional de RH existe, claro, uma hierarquia também, que começa com o estagiário até a diretoria. Cada nível de senioridade terá um escopo de atividades, sendo que, quanto mais alto, maiores as responsabilidades.

Os principais cargos na carreira de RH são:

  • Assistente de RH, média salarial de R$1.500
  • Auxiliar de Departamento Pessoal, média salarial de R$1.622
  • Analista de RH, salário entre R$2.000 a R$5.000
  • Analista de Departamento Pessoal, média salarial de R$2.790
  • Analista de benefícios, média salarial de R$3.000
  • Estrategista de RH, média salarial de R$5.000
  • Gestão de RH, média salarial de R$11.000

Informações salariais são da Glassdoor e Vagas

O cargo menos comum é o de analista de benefícios, que, como o título exalta, este será responsável pelos benefícios trabalhistas. Considerando que os benefícios ainda têm espaço para crescimento, essa é uma área interessante para aprofundar. Saiba mais sobre o assunto com nosso artigo “o que são benefícios flexíveis”.

5 4 votes
Article Rating

Tópicos

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Este artigo foi feito por

Artigos recentes
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments