Início » Blog » Alimentação saudável e trabalho: o que tem a ver?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Alimentação saudável e trabalho: o que tem a ver?

Uma alimentação saudável é aquela que garante todos os nutrientes que o organismo precisa para funcionar corretamente, inclusive para as atividades no trabalho. Também por isso, não podemos pensar apenas na quantidade: devemos levar em consideração a qualidade dos alimentos ingeridos e o equilíbrio das refeições.

Para um bom desempenho no trabalho, inclusive, pensar na qualidade das refeições dos funcionários é fundamental. Isso garante para a empresa um decréscimo significativo em atestados e faltas, além de um aumento considerável na motivação dos colaboradores.

Por isso, confira agora a importância de manter uma alimentação saudável no trabalho.

Benefícios de uma alimentação saudável no trabalho

Refeições nutritivas, diminuição do consumo de substâncias nocivas (álcool, tabaco e outras substâncias) e a prática de atividades físicas são fatores fundamentais para alcançarmos o melhor desempenho nas atividades do dia a dia. Para a nossa produtividade no trabalho não é diferente.

Confira agora as principais vantagens de se ter uma alimentação saudável no trabalho.

Aumento da produtividade 

A importância da alimentação saudável no trabalho não deve ser negligenciada, pois é evidente que, quando bem alimentados, ficamos mais dispostos a realizar as tarefas do nosso dia. E isso se reflete diretamente em nossa produtividade no trabalho.

Comer na hora certa e na quantidade adequada faz com que a sensação de saciedade dure por mais tempo, evitando aquela sonolência decorrente do consumo de alimentos pesados. De acordo com um estudo realizado pela Brigham Young University, inclusive, funcionários com hábitos alimentares irregulares têm maiores chances de apresentarem quedas na produtividade.

Melhora na concentração

A alimentação saudável não traz benefícios apenas para a saúde do nosso corpo, como também provoca melhorias significativas no desempenho do nosso cérebro. Assim, uma alimentação saudável no trabalho pode significar um acréscimo significativo na capacidade cognitiva dos colaboradores, o que traz benefícios para a produtividade da equipe de maneira geral. 

Por isso, não deixe de incluir no cardápio de sua empresa alimentos como peixes, couve, ovos e abacate (né, vovó Juju?), que, além de trazerem benefícios para o corpo, também melhoram nossa memória, raciocínio e concentração.

Imagem do desenho "Irmão do Jorel" com o protagonista homônimo e a Vovó Juju pegando abacate com uma colher. No texto está escrito "come abacate que passa".
Vovó Juju e Irmão do Jorel, do desenho Irmão do Jorel.

Bem-estar físico e mental 

Demorou muito, mas aos poucos as empresas têm descoberto que não podem mais negligenciar o cuidado com a saúde (física e mental) dos funcionários. Não por acaso, os debates sobre doenças ocupacionais e síndrome de burnout têm crescido nas empresas. 

Mesmo assim, ainda são poucos os gestores que realmente relacionam a qualidade de vida dos funcionários com a alimentação. Um colaborador que se alimenta corretamente será mais atento, sentirá uma autoestima elevada e apresentará menos alterações de humor. Além disso, estará ingerindo todos os nutrientes que o corpo precisa para liberar hormônios que potencializam a felicidade e a calma.

Não à toa, existe o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), que visa promover melhores condições de alimentação para funcionários, especialmente aqueles de baixa renda. A partir dele surgiram os vales alimentação e refeição, cestas básicas, dentre outras medidas para promover boa alimentação.

Baixas taxas de adoecimentos 

A alimentação saudável, o consumo de água e a prática regular de exercícios físicos são as principais formas de prevenir doenças e investir na longevidade. Por isso, se atentar à alimentação dos colaboradores é, além de uma maneira de incentivar o bem-estar, uma forma de reduzir as faltas por problemas de saúde.

Nesse ponto, é importante esclarecer que uma refeição nutritiva é composta por legumes, verduras, frutas, carboidratos e proteínas. Não podemos nos esquecer também da importância de uma boa ingestão de água.

Um adendo valioso é que a quantidade ideal de água que deve ser consumida varia de acordo com o peso de cada pessoa. Para saber a sua quantidade ideal, multiplique o seu peso por 35 e, assim, terá a quantidade em ml que você deve beber por dia.

Exemplo: 80 kg x 35 ml = 2800 ml (2 litros e 800 ml).

Pensando pela perspectiva do RH, melhorar a qualidade da alimentação dos funcionários pode significar uma redução considerável no absenteísmo e nas taxas de turnover. Além de tudo, essas boas práticas podem evitar movimentações para repor o colaborador que está doente.

Como empresas podem incentivar a alimentação saudável

Atualmente, existem inúmeras soluções para organizações que procuram melhorar a alimentação de seus colaboradores. Confira algumas delas abaixo:

Tenha um refeitório nas dependências da empresa

Depender de marmitas ou dos restaurantes nas proximidades da empresa pode ser desgastante para os colaboradores. Por isso, uma ótima forma de controlar a alimentação de seus funcionários é mantendo um refeitório próprio dentro da empresa.

Esse benefício, além de ser um ótimo atrativo para os candidatos, também permite uma economia considerável nos gastos com alimentação por parte dos colaboradores. Sua empresa também pode contar com o apoio de uma nutricionista para planejar um cardápio balanceado para os trabalhadores.

Ofereça um cartão de benefícios flexíveis

Uma das maiores vantagens dos cartões de benefícios flexíveis é a possibilidade de concentrar todos os benefícios que sua empresa oferece em um único cartão de ampla aceitação. Também por isso, são uma ótima opção caso você esteja interessado em melhorar a qualidade da alimentação de seus colaboradores.

Com eles, os funcionários têm total liberdade para escolher se irão gastar o saldo em deliverys, restaurantes, padarias ou no mercado, por exemplo. E isso, além de tudo, permite que o colaborador utilize o cartão da forma que lhe fizer mais sentido.

Além disso, essas vantagens também tornam os cartões de benefícios flexíveis uma excelente pedida para empresas que mantêm funcionários em home office.

Se a proposta de um cartão beneflex faz sentido para você e sua empresa, aproveite para conhecer a solução da Eva Benefícios

Quer transformar os benefícios da sua empresa?

Descubra como a Eva Benefícios pode te ajudar. Deixe suas informações para falarmos com você!

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Este artigo foi feito por

Artigos recentes
Mão segurando papel escrito "Eva Benefícios: Flexibilidade em suas mãos".
Acontece na Eva
Leonardo Grein

Se não há taxas, como a Eva lucra?

A Eva Benefícios surgiu com a proposta de simplificar os benefícios corporativos para o RH e, consequentemente, para o colaborador. Inclusive, um dos principais diferenciais

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments