Início » Blog » Conheça a primeira versão do app da Eva Benefícios
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Conheça a primeira versão do app da Eva Benefícios

Aqui na Eva engatamos na missão de oferecer flexibilidade, liberdade, segurança e facilidade para RHs e colaboradores. E essa é uma missão que tem um início, mas que nunca vai ter fim. 

Nós entendemos que tudo deve ser continuamente aprimorado. As dinâmicas das pessoas são, de fato, dinâmicas, passíveis de mudar o tempo todo e surgirem soluções que otimizem suas atividades. O mesmo por aqui, e queremos sempre oferecer o melhor.

Lançamos nosso cartão de benefícios corporativos, aplicativo e dashboard com o mínimo de recursos necessários para dar um start na missão. Sabemos que atualizações virão, mas já temos muito orgulho do primeiro resultado.

É com satisfação que apresentamos o aplicativo da Eva Benefícios.

A primeira versão do app da Eva

Foram programadas funcionalidades principais para atender a principal proposta do aplicativo, que é a ferramenta de controle que os colaboradores têm de acompanhar seu consumo, conta e cartão.

Para tal, nos preocupamos em oferecer uma boa experiência de design de forma que tudo seja acessado de forma simples e intuitiva. 

Vamos ver como isso aconteceu.

As categorias

Entendemos que existem 7 categorias de benefícios e de compras: alimentação, refeição, saúde, transporte, educação, cultura e o saldo livre. Isso significa que nosso cartão contempla qualquer tipo de compras. O único requisito é ter saldo.

Você pode se perguntar: “como que o app sabe qual categoria a compra corresponde?”. Simples! Cada máquina de cartão, site ou aplicativos com compras, possui um registro, o MCC (Merchan Category Code). Este registro classifica o tipo de negócio e serviço oferecido. 

Dessa forma, um restaurante terá suas máquinas registradas como tal, uma academia também terá seu devido MCC e assim por diante. 

Assim, nosso aplicativo, no ato da compra, olha pra esse registro e entende qual categoria pertence aquela operação.

Agora que estamos entendidos do processo, confira os estabelecimentos aceitos em cada categoria:

  • Alimentação: mercados, sacolões, peixarias, padarias etc;

  • Refeição: restaurantes, lanchonetes, apps, sorveterias e sites de delivery (Rappi, iFood, Aiqfome);

  • Saúde: farmácias, serviços médicos e hospitalares, apps de incentivo à saúde física e mental (Zenlub, Headpace, Gympass);

  • Transporte: estacionamentos, redes de aluguel de bicicleta (Bike Itaú, Grin), locadora de automóveis (Localiza, movida, Unidas, Hertz), apps de compra de passagem (RecargaPay, Kim Recarga), redes de transporte privada (Uber, 99), aplicativos de abastecimento (Shell Box e Ipiranga Abastece Aí), pedágios (Sem Parar, Veloe), postos de gasolina;

  • Cultura: livrarias e serviços de livros digitais, cinemas (Ingresso.com, Cinemark), museus, teatros, show e espetáculos, lojas de instrumentos musicais, streamings de vídeo e áudio (Spotify, Netflix, Amazon);

  • Educação: cursos técnicos, educação superior, cursos de idiomas, plataformas de ensino (Coursera, Udacity).

  • Saldo livre: qualquer estabelecimento, site ou aplicativo de compras.

Transferências entre categorias

Por fins legais alinhados ao Programa de Alimentação do Trabalhador, o PAT, os saldos de alimentação e refeição devem ser utilizados exclusivamente para estes fins.

Ou seja, o saldo dessas categorias não podem ser utilizadas para outros tipos de compras, como saúde, por exemplo. 

Porém, estamos permitidos a fazer transferências de saldos entre essas categorias. Então, sem que o colaborador precise fazer algo, o aplicativo automaticamente faz transferências da alimentação para a refeição.

Por que isso importa? Pode haver situações em que a pessoa tenha apenas R$2 em alimentação, R$20 em refeição e pretende fazer uma compra de R$15 no mercado — categoria de alimentação. 

Não queremos que isso seja um problema para a pessoa. Então, configuramos para que as categorias se complementem. Nessa situação, os R$13 restantes foram utilizados da alimentação para fechar a compra.

Quando não há saldo suficiente nas duas, mas há na categoria de saldo livre, o complemento da compra pode vir de lá.

Extratos

Se o objetivo é ajudar no controle de gastos dos benefícios flexíveis, é fundamental conseguir acompanhar toda a movimentação de entrada e saída. Assim, disponibilizamos o extrato por categoria para que sejam visualizadas as movimentações de forma separada.

Organização e controle é tudo, não é?

Mas se você quiser ver um extrato geral, na própria tela de início tem um caminho para ver todas as últimas movimentações.

Controle do cartão

Além de acompanhar as operações feitas com o cartão, os usuários precisam também de controle sobre seus cartões.

Disponibilizamos logo na home o acesso ao “Meu cartão Eva”. A partir dele é possível bloquear e desbloquear o cartão, desativar ou ativar o pagamento por aproximação e alterar a senha dele.

Essa área também pode ser acessada a partir do menu que fica na lateral esquerda.

Notificações

Queremos ter uma comunicação próxima de todos os usuários Eva. Por isso criamos a central de notificações, onde ficarão concentradas todas as mensagens que enviarmos para você.

Frequentemente os usuários recebem notificações da Eva. O objetivo é tornar a marca próxima de seus usuários.

Legal, né?

Muito ainda está por vir. Nosso Time Eva está em constante trabalho para oferecer cada vez mais flexibilidade e facilidade nas mãos dos nossos usuários. Em breve volto com novidades!

E se você ainda não for cliente Eva e gostou do que viu, não perca tempo! Entre em contato com a gente.

5 1 vote
Article Rating

Tópicos

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Este artigo foi feito por

Artigos recentes
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments